h1

Um Fim de Semana Quase Perfeito! (Final)

20/11/2010

Neste momento percebi como é bom estar perto de pessoas dispostas te ouvirem, dispostas a chorar com você, dispostas a sorrir com você, tudo da forma mais sincera. Com este tempo, compartilhamos idéias, compartilhamos conflitos, compartilhamos sentimentos e em particular compartilhei a necessidade de compartilhar. Algumas coisas que compartilhei com os amigos chegavam a brotar lágrimas em meus olhos. Por momentos no mais profundo do meu íntimo eu pedia para aquele momento não se findar, mas eu sabia que não seria possível. Foi de uma profundidade singular poder ouvir e poder falar numa mesa com meus amigos e irmãos; foi de uma alegria tremenda ver as moças gargalhando alto na pizzaria – a que ria mais alto era a noiva que agora não era mais noiva (risos) – foi muito bom cantar parabéns na pizzaria para pessoas desconhecidas. Mas infelizmente chegara a hora de partir, mas aquela alegria se estendera noite adentro.

Entre filmes assistidos aos pedaços, revistas de carros para os homens, e revistas “de tricotar” para as mulheres (certamente elas estão lendo isso e dando risadas porque sabem do que se trata) seguimos acordados durante a madrugada comendo os sanduiches preparados pela anfitriã as 03:00 da madrugada, e não esquecendo claro das cervejas que compartilhamos e das taças de Amarula que experimentamos. Eu definitivamente fico com a cerveja. E mais uma noite segue dando adeus.

Nas horas que antecediam o momento de nossa partida, resolvemos dar uma cochilada, isso porque estávamos acordados desde o meio dia do dia anterior e essa cochilada só aconteceu quase as 05:00 da manhã, onde em apenas um colchão de casal dormiram 2 casais, e neste mesmo local (a sala) dormiram 7 pessoas. Dormimos pouco, justamente para aproveitar ao máximo um ao outro. Faltava pouco para os últimos momentos juntos.

Temos que mesmo que partir?

Não era nossa vontade, mas é assim que deve ser. A partir daqui segue o momento mais difícil – a despedida – Mas sabíamos que era um até logo, um até breve, um até daqui a pouco, como se fosse um vizinho se despedindo do outro. Os primeiros agradecimentos foram para os anfitriões é claro, não havia palavras para descrever tudo que o foi vivido em apenas um final de semana, mas agradecer pela hospitalidade, pelo carinho, pelo amor era o mínimo que podíamos fazer. Jamais conheci um casal com o coração tão lindo. Não posso descrever em poucas palavras a emoção que brotou em meu coração ao recebermos os agradecimentos do anfitrião, onde nos agradecia em lágrimas. Não pude conter a emoção contagiante e o puxei para um abraço coletivo que em instante se formou. Todos abraçados, tomados por uma imensa e inesgotável alegria e emoção, deu-se continuidade aos agradecimentos que pareciam não ter fim. E não queríamos que tivesse fim.

Amizade de quase 10 anos no mundo virtual se igualava a amizade construída ali naquele momento, e pelo simples fato de haver uma ligação muito forte entre todos é que essa diferença de tempo não fez diferença. J

Emocionante, muito emocionante esse momento. Que acrescento mais um pedaço da música de Roberto Carlos:

“Amigos eu ganhei.
Saudades eu senti partindo”

———————————————–

“São tantas já vividas
São momentos
Que eu não me esqueci
Detalhes de uma vida
Histórias que eu contei aqui..”

Com outro trecho de música posso descrever o que vivi com essas pessoas.

“No abrigo uns dos outros

Nós viveremos

Nós viveremos (nunca andaremos sozinhos)”

 

As lágrimas que brotaram dos olhos do anfitrião, também brotaram dos meus. O imenso prazer em conhecê-lo pessoalmente foi mais que um presente. O carinho da anfitriã, seus devaneios no meio da embriaguez, sua disposição em montar nosso sanduiche as 03:00 da madrugada, tudo isso descrevo com este trecho.

“De frente pra vocês
E as emoções se repetindo
Em paz com a vida
E o que ela me trás
Na fé que me faz
Otimista demais
Se chorei ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi…”

Passadas algumas horas, deixamos a esposa em casa e partimos com seu esposo que nos levaria até ao aeroporto. Uma viagem tranquila e rápida. Mais uma vez nos despedimos do anfitrião com aquele aperto no peito, mas era preciso voltar para casa.

Entramos então para o interior do aeroporto, onde tomaríamos um café da manhã com o preço de um almoço. (risos), esperamos mais alguns minutos e andamos até o saguão de embarque aonde iríamos nos despedir do nosso amigo de BH, outra tarefa difícil, porém necessária. Confesso que foi muito estranho estar no aeroporto com ele e não pegar o mesmo voo. O deixamos então seguir viagem. Ficou então, eu, minha esposa e o casal de GO, com eles tivemos um pouco mais tempo, pois o nosso voo embora que para lugares diferentes o horário era o mesmo, 14:00h. Almoçamos juntos em um restaurante próximo ao aeroporto mesmo, depois retornamos ao aeroporto porque estava chegando nosso momento. Eu e minha esposa sentimos a mesma sensação estranha, em vê-los partir em um avião diferente do nosso, era tão notório que iríamos para o mesmo lugar. Triste ilusão. E mais um momento difícil se apresentava. Era hora de se despedir novamente. Mas sabe aquela despedida que você diz: – Ó! No próximo final de semana é na sua casa hein!

Pois é, tudo isso aconteceu, muita coisa não coloquei no texto, mas ficará guardado na memória de todos que participaram desses momentos. Sou eternamente grato a Deus por esta oportunidade. Pela oportunidade de conhecer pessoas que marcaram minha vida, que me fizeram enxergar com outros olhos o relacionamento, que me fizeram entender a simplicidade da amizade e a importância das palavras sinceras.

Caros amigos! Anseio por uma nova oportunidade na presença de vocês, mesmo que seja no silêncio de cada um, simplesmente para estar na presença de cada um. Os meus mais sinceros agradecimentos a todos que participaram desta festa que durou três dias.

É isso caros leitores! Esse foi o meu fim de semana quase perfeito. Quase perfeito não fosse às despedidas. Quase perfeito não fosse à volta. Quase perfeito não fosse à distância.

 

Na cerimônia e na festa:

  • Kell & Tales (Recém Casados)
  • Max & Luana (Casal do ES)
  • Estevão & Tatiely (Casal de GO)
  • Rod Silva & Maria Carolina (Casal de SP)
  • Alexander  ‘moitinho’  (MG)
  • Narjara (SP)

Pós-casamento! No apartamento do casal!

  • Kell & Tales
  • Max & Luana
  • Estevão & Tatiely
  • Alexander

 

7 comentários

  1. Aowwww… queria muuuuuuuuuuuuuuito ter passado mais tempo com vocês.
    Ano que vem precisamos organizar isso de novo.
    =)

    É nóis.

    Abraços


  2. Da vontade de chorar =´)


  3. Ah cara, foi lindo … queria ter passado mais tempo com vcs. Quase choro aqui … é muito idiota ficar sorrindo enquanto lê algo na internet? Pq é assim q eu tô


  4. Isso, me mata de decepção por não conseguir ter ido… Hunf…

    hahahahaha

    No próximo o churrasco vai ter que rolar, só com cerveja alemã.


  5. Conheci pessoas lindas, lindas de coração…
    Quando voltamos de viagem tudo estava vazio e frio…
    Agradeço a vocês por nos proporcionarem tudo isso!
    Faria hamburgueres às 3hs da manhã quantas vezes fosse preciso.
    As portas daquela casa estão abertas quantas vezes se faça necessário… eu faria tudo denovo, por essas emoções novamente.

    E sim, eu dou risada alto… demais… e daí?!?


  6. A Nar falou exatamente o que eu estava pensando.
    Ficar lendo o texto e rindo é muito idiota, mais ainda é quando alguém entra na sua sala e te vê de olhos marejados.
    Foi imenso o prazer de estar com vcs.

    Cara, Roberto Carlos acertou na mosca hein. Caramba!

    Saudades mil!!!!


  7. O Ale falou tudo!

    Enquanto lia o texto (principalmente a parte 04), não consegui conter as lágrimas!
    Foram momentos mágicos. Cada minuto e cada segundo de tudo aquilo que vivenciamos está e estará guardado em meu coração!

    Vocês são lindos e eu não mudaria uma vírgula sequer de tudo o que rolou.

    União, carinho, amizade e o mais importante de tudo: o amor.

    Amo todos vocês!

    Beijos e Abraços



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: